Marketing de conteúdo é o futuro-agora! Parte IV



Mídias sociais como canais de entrega: a vez dos pequenos empresários



Um dos magos do marketing atual, só nem me lembro qual, disse a seguinte frase:

“Na economia com déficit de atenção, aqueles que forem lidos, irão adiante”.

Resumidamente, o que ele quis dizer é que o marketing de massa está cada vez mais fadado a desaparecer na multiplicidade de mídias e mensagens em que estamos ‘afundados’. Quem conseguir atingir e manter relacionamento com um segmento bem definido estará a caminho do sucesso.

As estratégias de vendas que não contam com um approach mais educativo tendem a ter resultados inferiores: principalmente em mercados onde os produtos/serviços têm um ciclo de venda mais longo e mais complexo:

- geralmente quando empresas vendem para outras empresas (BtoB);

- também pode acontecer em vendas diretas ao consumidor final, no caso de produtos ainda não são conhecidos pelo público, ou que concorrem com marcas muito fortes e estabelecidas no mercado.


Pesquisas

Pesquisas mostram que a prospecção de clientes através de programas de marketing com perfil instrucional e de relacionamento alcançam 10 vezes mais resultados do que os programas de vendas tradicionais.

As pesquisas também dizem que os pequenos negócios são os que mais utilizam e tiram vantagens dessa estratégia, afinal, eles não contam com capital para as grandes campanhas publicitárias das grandes empresas.

Todo poder aos clientes!

Nos dias de hoje, os vendedores perderam poder e os consumidores passaram a ‘mandar no jogo’.

Nos segmentos de negócios com maior formalidade e com o ciclo de venda prolongado, os clientes detêm ainda mais poder. Nesse caso, três principais fatores passaram a ser determinantes nos processo de vendas:

- a necessidade de diálogo,

- a demonstração do seu expertise e

- a construção de credibilidade.


Mídias sociais como canais de entrega

Os profissionais de marketing e os empreendedores em geral são forçados a manter e alimentar diálogos online, e as mídias sociais mostraram-se canais efetivos de criação de relacionamentos relevantes e de entrega de conteúdo.

Com isso, as mídias sociais mostraram-se altamente efetivas em incrementar a capacidade de dialogar e entregar conteúdo para seus públicos-alvos.

Segundo Gerry McGovern, consultor de gerenciamento de conteúdo, “Nunca antes foi tão importante escrever bem (...) comunicar-se de uma forma clara, simples e direta”.

Outra vantagem desses canais, por mais que as pessoas não acessem diariamente determinados sites sociais que você esteja utilizando, é a capacidade criar conteúdo e entregá-lo de forma seqüencial. Como capítulos de um seriado, você deve ter um roteiro de conteúdo escrito, sem que esse roteiro obrigue o interneuta a seguir capítulo a capítulo para se instruir sobre seus produtos/serviços.

Finalizando, mesmo que você não esteja travando conversação diretamente com todos os seus contatos, as mídias sociais representam um tremendo canal de diálogo através de seu conteúdo.


Carta-convite para contatos ingressarem no Facebook

Acredito piamente que as mídias sociais são ferramentas de enriquecimento pessoal e desenvolvimento da sociedade. Soluções para problemas sociais e ambientais são encontrados, negócios com resultados altamente positivos para ambos os lados são realizados, conscientização e sensibilização para causas importantes são realizadas.

Veja o exemplo da carta-convite que enviamos aos contatos de um cliente para que eles se registrassem no Facebook e, assim, pudéssemos entregar conteúdo que não seriam eficazes caso entregues pelo email (imagem abaixo).



Para pensar:

- Como um programa de marketing de conteúdo pode contribuir para atingir seus objetivos?

- O que você quer que seus clientes façam e como você pode ajudá-los a se ajudarem?


Próxima e última parte

A parte 5 desse artigo, "Desenvolvendo uma estratégia de conteúdo", deve fechar o assunto: por enquanto!

No entanto, ela vai ficar para depois da seqüência de artigos que estou aprontando sobre a Feira da ABF-RJ (Associação Brasileira de Franchising).

Sei que os empreendedores estão babando para ver as oportunidades de franchising que estão surgindo em vários segmentos de negócios como cursos profissionalizantes, fastfood, chocolaterias, serviços de limpeza de telhados, etc, etc, etc.

E etc!



Veja a Parte I desse artigo

Veja a Parte II desse artigo

Veja a Parte III desse artigo

4 comentários:

CRSCONCURSOS disse...

Ola Alvaro. Percebi que em seu blog roll vc coloca o blog da hubspot. Sou Inbound Marketing certified professional pela Hubspot/IMU e tenho uma página onde falamos sobre Inbound Marketing voltada ao mercado brasileiro. venha conhecer-nos em www.inboundmarketing.com.br

abc Luiz Conte

Alvaro Nassaralla disse...

Sim Luiz,

O Hubspot é uma excelente referência para quem quer trabalhar o marketing de pequenas empresas.

Visitei seu site e gostei do "Não procure. Seja encontrado". Vamos nos falando, abçs.

Anônimo disse...

alvaro está muito bom esse blog show kilmer menezes

Alvaro Nassaralla disse...

Obrigado Kilmer!

top